Agronegócio

Os líderes globais em alimentos e agricultura enfrentam um ambiente de risco elevado, incluindo rendimentos imprevisíveis da colheita, a demanda flutuante do consumidor, além de gargalos imprevistos no transporte. A Marsh pode ajudar você a navegar por esses riscos para sustentar o crescimento e a lucratividade de seus negócios.

As empresas agrícolas e de alimentos globais atuais enfrentam uma pressão elevada para estarem cada vez mais integradas em toda a cadeia de valores. A aplicação de novas tecnologias ajudou as empresas a atender a essa demanda, levando a uma maior produtividade e eficiência em toda a cadeia de suprimentos.

Embora essa transformação digital ofereça novas oportunidades de inovação, alcance e escala, ela cria novas vulnerabilidades em meio à infinidade de desafios relacionados a riscos já presentes no setor.

O crescimento do rendimento diminuiu para uma taxa insustentável diante de uma população global em rápido crescimento. As crescentes preocupações ambientais, tais como problemas ligados ao uso da terra e impactos climáticos extremos de secas e tempestades, juntamente com os gargalos de transporte imprevistos decorrentes da pandemia, deixam as empresas do setor agrícola expostas em muitas frentes.

Com base em nossa experiência no setor agrícola, nossos profissionais dedicados de gerenciamento de risco podem ajudar sua empresa a criar um plano proativo que pode ajudar a apoiar o crescimento sustentado, identificar oportunidades de investimento em novas tecnologias e reduzir seu custo total de risco. Trabalhando juntos, podemos ajudar você a proteger seus funcionários, sua propriedade e seus resultados.

Nossa expertise

Perguntas Frequentes

Cada empresa enfrenta riscos exclusivos às suas operações diárias. No entanto, a indústria agrícola como um todo é confrontada por várias áreas de risco principais, incluindo:

  • População em crescimento: Espera-se que a população mundial cresça de 7,5 bilhões para 10 bilhões até 2050, exigindo pelo menos um aumento de 70% na disponibilidade total de alimentos. No entanto, preocupações ecológicas mais elevadas dificultarão a expansão da produção via métodos tradicionais. Os fornecedores agrícolas devem encontrar maneiras de inovar em várias atividades na cadeia de suprimentos para aumentar a produtividade, o rendimento total e o acesso ao mercado.
  • Alterações climáticas: A imprevisibilidade crescente do clima – secas, tempestades, inundações, e incêndios – criaram novas vulnerabilidades à medida que as empresas agrícolas buscam se adaptar às demandas variáveis dos consumidores, diante da falta de estabilidade na produção de colheitas.
  • Doença: Epidemias e pandemias, sejam humanas (covid-19) ou animais (peste suína africana, gripe aviária), causaram um grande impacto na indústria pecuária e provocaram graves perturbações na cadeia de abastecimento.
  • Cibernético: Cada vez mais, a Internet das Coisas (IoT, Internet of Things) está sendo aproveitada em todo o setor agrícola para aumentar a visibilidade e a transparência em toda a cadeia de suprimentos. No entanto, essa crescente dependência de sistemas habilitados IoT cria novas preocupações com a segurança alimentar e a distribuição em caso de uma interrupção ou um ataque mal-intencionado. As empresas precisarão criar processos para monitorar continuamente sua segurança virtual e substituir bens, produtos ou gado perdidos se uma falha não puder ser evitada.
  • Expectativas ambientais, sociais e de governança (ESG): As credenciais ambientais e sociais dos produtores agrícolas são cada vez mais importantes para os fabricantes de alimentos e para o consumidor final. As expectativas ESG criam um risco à reputação para agricultores e compradores de commodities que precisam ser cuidadosamente gerenciados.

As empresas agrícolas precisam criar um programa proativo de gerenciamento de riscos que aborde esses riscos. Os especialistas da Marsh podem ajudar você a identificar as medidas a serem tomadas para atenuar o impacto de cada uma dessas ameaças e a cobertura de seguro relevante para reduzir o custo total de risco.

As empresas do setor agrícola têm propriedades e ativos específicos que exigem cobertura de seguro especializada para reduzir os riscos de crescimento e lucratividade. Algumas das políticas mais importantes incluem:

  • Seguro de colheitas: Protege os agricultores e produtores agrícolas contra a perda de colheitas como resultado de condições climáticas extremas, tais como inundações, granizo e seca, e a perda de receitas devido a flutuações no mercado.
  • Seguro da estrutura agrícola: Caso uma estrutura como um celeiro, silo ou fogão seja danificada por uma tempestade ou outras causas naturais, o seguro de estrutura agrícola fornece assistência na reconstrução para minimizar o tempo de inatividade e perdas de produção relacionadas.
  • Seguro do rebanho: Existem vários tipos diferentes de seguro do rebanho – a variedade de cobertura de que sua empresa precisará depende dos animais que você tem e do propósito a que eles servem.
  • Seguro de responsabilidade civil: Há muitos tipos de seguro de responsabilidade civil disponíveis, incluindo cobertura projetada para proteger as pessoas que visitam sua fazenda ou a propriedade de outros, se danificada devido às suas operações agrícolas. Pode cobrir danos físicos causados pelo gado, doenças causadas por produtos vendidos nos mercados agrícolas, responsabilidade agropecuária, responsabilidade legal contra incêndios, saúde e segurança dos empregados, e poluição acidental.

Embora os ativos que cada empresa agrícola deve considerar em sua abordagem de gerenciamento de risco variem significativamente, políticas mais especializadas, como as acima, podem ajudar a reduzir perdas e a lidar com vulnerabilidades de risco em todo o setor.

Uma abordagem abrangente do gerenciamento de riscos não só inclui cobertura especializada para ativos agrícolas específicos, mas também representa riscos comerciais comuns, tais como:

  • Virtual: Qualquer processo baseado em computador usado para operações diárias corre o risco de ser hackeado. À medida que a inteligência artificial e a tecnologia autônoma se tornam cada vez mais difundidas no setor agrícola, os líderes precisarão considerar quais estratégias de cobertura e gerenciamento de risco são necessárias para proteger as informações e os processos que podem ser expostos a agentes terceirizados.
  •  
  • Remuneração dos trabalhadores: O papel do seguro de indenização dos trabalhadores, quando disponível, ou coberturas semelhantes é complexo, mas vital no setor agrícola, uma vez que é um dos mais importantes em termos de pedidos de indenização dos trabalhadores anuais. Os empregadores precisarão reduzir o risco e planejar reclamações como resultado de incidentes como perigos do veículo, exposição ao calor, escorregões e quedas, e quaisquer lesões sofridas durante o trabalho com o equipamento.
  • Interrupção nos negócios: O seguro de interrupção nos negócios cobre a perda de receita sofrida depois de um desastre ou incidente adverso. O planejamento proativo contra interrupções de negócios deve se estender aos fechamentos e perdas relacionados a pandemias, e dar conta da cobertura contra doenças de gado, incluindo a peste suína africana e a gripe aviária.

Para as empresas agrícolas de hoje, manter as operações é essencial para permanecer-se rentável e acompanhar as elevadas exigências globais e locais dos consumidores. Na Marsh, podemos ajudar você a criar um programa proativo de gerenciamento de riscos para reduzir riscos, defender seus ativos e investir no futuro.