Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Pesquisas & Informativos

Investidores Externos Procuram pelo Seguro para Mitigar Riscos de Fusões e Aquisições

 


Apesar das atividades de Fusões e Aquisições (M&A) na América Latina terem baixado seu ritmo, investidores externos estão optando pelo seguro de risco transacional para ajudar a preencher as lacunas entre compradores e vendedores e mitigar os riscos que possam ameaçar, ou até acabar com negócios.

O interesse no seguro de risco transacional, por exemplo, para as representações e garantias e passivos fiscais e ambientais contingentes, continuam crescendo na América Latina, impulsionados por três fatores-chave:

1.    Investidores Estrangeiros querem opções de recurso.  

Semelhante a negociadores em outros mercados emergentes, os investidores estrangeiros na América Latina estão procurando utilizar o capital seguro para reduzir os riscos desconhecidos durante e após a compra. Em mercados emergentes, o vendedor é geralmente o fundador e/ou relacionado a membros da família, o que pode representar desafios se quaisquer passivos pós-transação ou situações de recurso surgir.

2.    Seguro de Risco Transacional está amplamente disponível na América Latina

O Seguro de Risco Transacional está disponível agora na maioria dos grandes mercados da América Latina. A Marsh foi a corretora da primeira apólice colocada localmente no Médico e está vendo crescer o interesse na maioria dos mercados de Fusões e Aquisições da região.

3.    Advogados de Fusões e Aquisições Incentivando a Adoção:

Como o seguro de risco transacional está tornando-se amplamente mais disponível em todo o mundo e os sinistros sendo pagos, advogados estão se tornando mais confortáveis com a solução e o estão recomendando mais facilmente como um curso padrão de ação durante a transação. A América Latina não é exceção, com interesse na solução proveniente da comunidade jurídica de Fusões e Aquisições.

Fusões e Aquisições carregam um risco significativo para compradores e vendedores. E parece que os investidores estão cada vez mais querendo jogar seguro. A demanda pelo seguro de Riscos Transacionais dobrou em 2014, de acordo com o Relatório da Marsh Annual Transactional Risk Report.

Para mais informações sobre como gerenciar Fusões e Aquisições na América Latina, por favor contate seu especialista da Prática de Fusões e Aquisições.