Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

BLOG: RISK IN CONTEXT

3 Maneiras para Aprimorar sua Preparação perante aos Atiradores Ativos e Capacidades de Resposta

Por Renata Elias 10 Outubro 2017

O recente ataque a tiros em massa em um festival de música em Las Vegas é o último evento de tiroteio ativo que ameaçou a segurança e o bem-estar de pessoas e negócios.  De 2000 até a primeira metade de 2016, mais de 600 pessoas foram mortas em 213 tiroteios ativos, identificados pela Federal Bureau of Investigation. Estes ataques têm afetado organizações de todos os tipos, inclusive escolas, varejistas, organizações de saúde, indústrias, entretenimento e empreendimentos de hospitalidade.

Aqui estão três maneiras para sua organização estar preparada para um evento de tiroteio ativo e ser capaz de proteger e cuidar de seus colaboradores e clientes, gerenciar funções críticas para seu negócio e retornar rapidamente às operações normais.

 

Planejar e Testar

Todas as organizações deveriam estabelecer políticas para reduzir o risco de violência dentro do ambiente de trabalho, que impactam a ocorrência de tiroteios ativos. Esta política deve incluir:

· A criação de procedimentos para que seus colaboradores possam reportar comportamentos violentos ou preocupantes.

· A definição de critérios para escalar incidentes através de uma avaliação de ameaças prévia ou de uma equipe de gerenciamento dedicada.

· O endereçamento de medidas adicionais de segurança que podem ser necessárias para proteger colaboradores, convidados e outros.

· A reflexão os dados fornecidos por seus times de segurança, recursos humanos e jurídico junto com as leis aplicáveis, assim como sobre os feedbacks de sua força de trabalho.

· O reforço dos conceitos através de exercícios e simulações.

Segurança, crise em comunicações, respostas a emergências (inclusive tiroteios ativos), assistência humanitária e os planos de gestão de crises devem estar alinhados ao seu plano de prevenção a violência no ambiente de trabalho. Eles devem ser atualizados simultaneamente e reforçados regularmente.

 

Protegendo Pessoas

O foco primário durante e depois de um evento violento devem ser seus colaboradores e clientes. Sua organização deve se preparar para:

· Executar ações de resposta aos tiroteios ativos: correr, esconder-se e lutar.

· Oferecer primeiros socorros e suporte aos indivíduos feridos (sempre que for seguro).

· Cuidar de colaboradores que testemunharam o incidente e podem estar traumatizados e/ou em choque, incluindo a possibilidade de custear aconselhamento profissional em casos de depressão e traumas.

· Respeitosamente prestar seus votos aos colaboradores que faleceram e oferecer suporte aos seus familiares.

Em meio a uma crise, a comunicação será essencial, mas pode ser dificultada pela falta de informação, pânico e outros fatores – especialmente em espaços e eventos públicos. Desenvolva um protocolo claro de resposta com os membros de sua equipe para que haja a comunicação durante e depois de um ataque entre eles e com os demais colaboradores, clientes e outros stakeholders sobre segurança, aplicabilidade da lei e situação na matriz.

 

Lucros Cessantes e Recuperação

Após endereçar as preocupações imediatas com segurança e investigações, o foco deve ser alterado para manter suas operações ativas. Isso inclui:

·         Continuar ou retomar funções e processos críticos de negócios.

·         Permitir que os colaboradores trabalhem remotamente, caso seja necessário.

·         Revisar as medidas de segurança.

·         Fornecer apoio adicional de assistência humanitária, conforme necessário.

·         Identificar e abordar possíveis lacunas nos programas de seguro.

Tiroteios ativos e outras formas de violência podem acontecer em qualquer hora e lugar, e infelizmente, eles geralmente surgem sem aviso. As organizações não conseguem eliminar totalmente essas ameaças, mas podem começar a agir agora para reduzir seus riscos, proteger pessoas e agilizar sua recuperação.

Temas relacionados:  Marsh Risk Consulting