Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Risk in Context

Novo surto de Coronavírus: Recomendações para multinacionais

Posted by Renata Elias 29 Janeiro 2020

Centenas de casos e múltiplas mortes foram relatadas no surto emergente de coronavírus originário da cidade chinesa de Wuhan. Embora a maioria dos casos relatados até agora tenha sido na China, outros também foram relatados no Japão, Cingapura, Coreia do Sul, Tailândia, Vietnã e EUA.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não declarou emergência global de saúde pública, mas considera o surto "um alto risco, a nível regional e global”. As organizações multinacionais devem agir agora para proteger sua equipe e operações.

Riscos de Longo Alcance

Os coronavírus podem causar uma variedade de doenças, desde o resfriado comum até doenças severas, como Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS). Os sintomas comumente apresentados no surto atual incluem febre, tosse e dificuldade para respirar, segundo a OMS; casos leves se assemelham à gripe.

O destaque de Wuhan como destino turístico, cidade portuária e centro de transporte, e um centro regional de educação e fabricação levantaram preocupações de que o surto possa continuar se espalhando, especialmente durante o período de férias do Ano Novo Lunar. As autoridades chinesas restringiram as viagens em Wuhan e em outros lugares e cancelaram algumas grandes reuniões de feriados. Aeroportos em diversas grandes cidades dos EUA e de outros lugares iniciaram a triagem de entrada de viajantes de Wuhan e os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) agora recomendam evitar viagens não essenciais para a região; o Departamento de Estado, por sua vez, recomenda que os viajantes na China "exerçam maior cautela".

Organizações com populações significativas de funcionários na China correm um risco particular, enquanto restrições de viagem, interrupções na cadeia de suprimentos e absenteísmo de funcionários dentro de fornecedores e outros parceiros no país poderiam reduzir a produtividade e eficiência para empresas sediadas em outros lugares.

Os temores sobre o vírus também poderiam reprimir viagens e turismo e afetar negativamente a economia global.

Tome Medidas Agora

As organizações multinacionais devem revisar, testar e atualizar planos críticos relacionados à continuidade de negócios, gerenciamento de crise e comunicações de crise. Ao examinar os planos existentes, considere os efeitos potenciais que uma piora do surto poderia ter sobre funcionários, receita, fornecedores, reputações e muito mais e trabalhe com stakeholders interessados para se preparar de acordo.

Preste atenção especial a:

  • Políticas de Viagens. Se a viagem para Wuhan for necessária, o CDC recomenda evitar o contato com pessoas doentes; evite contato com animais, com mercados de animais, carne e outros produtos animais; e lave as mãos frequentemente. Os viajantes que retornam apresentando sintomas devem procurar imediatamente atendimento e evitar contato com outros.
  • Bem-estar dos funcionários. Monitore as atualizações de funcionários de saúde pública e governos e mantenha os funcionários informados e educados sobre o surto e quaisquer medidas que estão sendo tomadas para salvaguardar sua saúde. Incentive os funcionários a permanecerem em casa quando doentes e fazerem home office se o surto piorar.  
  • Cadeias de suprimentos. Identifique os impactos operacionais e de receita de possíveis interrupções a fornecedores e distribuidores-chave. Considere também a viabilidade de fornecimento de bens, ingredientes e componentes de fornecedores alternativos.
  • Cobertura do seguro. Revise as apólices de seguro aplicáveis, prepare-se para possíveis sinistros e consulte o seu corretor se tiver perguntas. 

Os impactos de uma potencial piora no surto de coronavírus de Wuhan para o seu negócio podem ser severos, mas tomar essas medidas agora pode ajudá-lo a preparar melhor, planejar e proteger as pessoas e as operações.

Temas relacionados:  Marsh Risk Consulting , Pandemic

Renata Elias

Senior Consultant, Marsh Risk Consulting Strategic Risk Practice