Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

BLOG: RISK IN CONTEXT

Portos e a Ameaça Cibernética

Por Simone Ramos 19 Junho 2019

A tecnologia se tornou uma ferramenta poderosa para dar velocidade às operações portuárias. Terminais estão investindo há anos em modernização.  No setor portuário, sair na frente e manter as operações rentáveis requer eficiência na operação.

Para se ter uma ideia, novos terminais já trabalham 100% automatizados. Excelente para o setor que promete aumentar a movimentação de cargas e um crescimento para 2019 de mais de 3,5% no Brasil, segundo a Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviário).  

Mas há um sinal de alerta. O efeito do uso de tecnologia aumentou o número de  ataques cibernéticos.  Eles passaram a representar uma grande ameaça. Só no último ano, portos movimentados nos Estados Unidos e na Espanha passaram por aperto.

O Porto de San Diego sofreu um ataque de ransomware em setembro de 2018. O incidente já era o segundo do mês. Os servidores do Porto de Barcelona já haviam sido atacados uma semana antes.

Perda de informações confidenciais não é a única preocupação. Interrupção de negócios e danos à imagem têm levado os portos a revisarem seus planos de continuidade de negócios e desenvolverem uma política de gerenciamento de riscos integralizada.  

Os anos foram passando e as inovações tomaram conta do mercado. Inteligência. Tecnologia. Modernização. A exposição ao risco cresceu na mesma proporção. Os ataques vão continuar navegando pelos portos. É indispensável identificar as vulnerabilidades, desenvolver uma estratégia de segurança cibernética robusta e adotar uma política mais rígida de gestão do risco.

Temas relacionados:  Marine , Cyber Risk