Article

Uma nova perspectiva sobre os custos e benefícios do Seguro de Risco Político para investimentos estrangeiros

O estudo independente da IHS Markit, encomendado pela Marsh Specialty, mostra que o seguro contra riscos políticos, melhora a avaliação de investimentos em mercados emergentes, reduz o prêmio de risco país (Country Risk Premium – CRP ) e aumenta a taxa interna de retorno dos projetos.

beautiful nanpu bridge at dusk,crosses huangpu river,shanghai,China

O estudo independente da IHS Markit, encomendado pela Marsh Specialty, mostra que o seguro contra riscos políticos, melhora a avaliação de investimentos em mercados emergentes, reduz o prêmio de risco país (Country Risk Premium – CRP ) e aumenta a taxa interna de retorno dos projetos.

Sumário Executivo

A mitigação do risco-país usando o seguro de risco político (PRI) não tem sido muito explorada por investidores estrangeiros. Embora o mercado compreenda intuitivamente os benefícios do PRI, muitas vezes ele é percebido como um custo adicional porque os benefícios financeiros da cobertura não foram adequadamente quantificados. Normalmente, ao avaliar o PRI como parte de um investimento, credores e investidores atribuem pouco ou nenhum valor à existência de deste seguro no processo de avaliação. Isso vinha impedindo o uso mais amplo do PRI como ferramenta de mitigação de risco.

A falta de uma estrutura analítica robusta para orientar as decisões sobre a possibilidade ou não de cobrir o risco político não traz aos tomadores de decisões financeiras, os meios para fazer avaliações informadas e bem fundamentadas. Por outro lado, entendemos que o uso do que chamamos de Country Risk Premium (CRP), desenvolvido examinando os elementos do risco-país e integrando metodicamente o benefício potencial de uma apólice de PRI nas avaliações, poderia ser de grande valor para profissionais de investimento e tomadores de decisões.

Para ajudar empresas e investidores a avaliar melhor o Political Risk Insurance (PRI), a prática de Especialidades de Crédito da Marsh trabalhou com a IHS Markit, uma empresa independente, para usar seu Country Risk Investment Model (CRIM) para avaliar os benefícios do PRI. A hipótese inicial do estudo era de que uma apólice de risco político bem elaborada, deveria resultar em uma melhoria no CRP, e que isso deveria ser captado pelos investidores quando realizados exercícios de avaliação de países onde investir. Uma abordagem mais robusta e granular para quantificar os benefícios do PRI, deve permitir que as empresas invistam em um ou mais projetos em Países com um CRP (Country Risk Premium) que possam estar fora de suas políticas usuais de crédito. A nova abordagem examinada neste estudo demonstra que o PRI normalmente melhora o Credit Risk Premium e seu rating, o equiparando a um investimento em um mercado emergente e melhorando a taxa interna de retorno (TIR) do projeto. 

As principais conclusões deste estudo da IHS Markit, usando o modelo de CRP (Country Risk Premium) para analisar os benefícios do seguro de risco político (agosto de 2021) são as seguintes: 

  • O PRI pode reembolsar as empresas em  uma porcentagem significativa de suas perdas de fluxo de caixa que estejam associadas ao risco de um país — privação de propriedade e direitos operacionais, danos a ativos, bloqueios na repatriação de ativos ou dividendos e  descumprimento  do Estado em honrar contratos.
  • Os potenciais investidores em uma empresa ou de um projeto precisam ser adequadamente compensados por assumirem o risco de um determinado país, o que se reflete em um aumento na taxa de retorno esperada, que se obtém pela adição de um prêmio de risco-país à taxa de desconto aplicada aos fluxos de caixa previstos.
  • A cobertura do PRI destina-se a indenizar as empresas referente a uma parte destas perdas potenciais, reduzindo assim o CRP que está incorporado na taxa exigida pelos investidores.
  • Os modelos desenvolvidos pela IHS Markit quantificam as perdas de fluxo de caixa esperadas associadas ao risco-país, incluindo aqueles eventos cobertos pelo PRI e podem, portanto, ser usados para justificar uma redução no CRP e uma melhoria associada no rating da empresa ou do projeto.
  • Apesar do pagamento do prêmio do seguro, ter um impacto nos fluxos de caixa futuros do projeto segurado, este impacto negativo no valor presente líquido (VPL) do projeto, fica substancialmente mitigado, pois podemos deduzir a despesa do prêmio dos impostos. 
  • Historicamente, muitas empresas que compram ou consideram o uso do seguro de PRI, enxergam isso como uma “despesa”, porém não levam em conta o impacto positivo do seguro PRI na redução do CRP (reduzindo assim a taxa de desconto geral aplicada pelos investidores). O PRI aumenta a avaliação do projeto (VPL) e a taxa interna de retorno (TIR) enquanto fornece outros benefícios decorrentes de um projeto sem risco. 
  • É comum pensar que o prêmio do Seguro resulta em uma diminuição na taxa interna de retorno do projeto, mas os resultados dessa análise de fato mostram o contrário: o seguro pode aumentar a TIR de um projeto segurado. 
  • O PRI, portanto, faz mais por uma empresa do que cobrir perdas seguradas, pois um CRP mais baixo confere maior valorização de ativos, permite financiamento de investimentos em condições mais favoráveis e outros benefícios.

Para ler o relatório completo, incluindo a metodologia do estudo, clique abaixo:

Sobre a IHS Markit

A IHS Markit (Nasdaq: INFO) é líder mundial em informações críticas, análises e soluções para as principais indústrias e mercados que impulsionam as economias em todo o mundo. A empresa fornece informações, análises e soluções de última geração para clientes em negócios, finanças e governo, melhorando sua eficiência operacional e fornecendo insights profundos que levam a decisões bem informadas e confiáveis. A IHS Markit tem mais de 50.000 clientes empresariais e governamentais, incluindo 80% da Fortune Global 500 e as principais instituições financeiras do mundo. Com sede em Londres, a IHS Markit está comprometida com o crescimento rentável e sustentável.

A equipe de economia e risco país da IHS Markit adota uma abordagem baseada em inteligência para prever todo o espectro de riscos políticos, econômicos, legais, fiscais, operacionais e de segurança comercial em 211 países. Eles fornecem soluções de risco baseadas em dados, alavancam a ciência de dados e ferramentas de análise geoespacial e contam com a  maior equipe de analistas de risco de países, bancos e outros setores do mercado. A equipe de risco do país tem mais de 110 analistas e cientistas de dados dedicados.

Sobre a Marsh

A Marsh é a principal corretora de seguros e consultoria de riscos do mundo. Com mais de 40.000 colegas operando em mais de 130 países, a Marsh atende clientes comerciais e individuais com soluções de risco orientadas por dados e serviços de consultoria.

A Marsh é uma empresa da Marsh McLennan Companies (NYSE: MMC), empresa líder global em serviços profissionais nas áreas de risco, estratégia e pessoas. Com receita anual superior a US$ 18 bilhões e 76.000 colegas em todo o mundo, a MMC ajuda os clientes a navegar em um ambiente cada vez mais dinâmico e complexo por meio de quatro empresas líderes de mercado: Marsh, Guy Carpenter, Mercer e Oliver Wyman.

Marsh LLC. Todos os direitos reservados.