Relatório

The State of Cyber Resilience

O novo estudo da Marsh e da Microsoft identifica 8 tendências chave com as quais os líderes, de todos os departamentos, devem alinhar-se e às quais devem dar prioridade em 2022 e no futuro.

Com quase 75% das organizações a enfrentarem, pelo menos, um ataque cibernético, a resiliência cibernética é agora mais importante do que nunca.

Mas que estratégias estão a funcionar? Como deve preparar-se? Que colaboradores devem estar envolvidos no processo de tomada de decisões? Onde deve investir?

A Marsh e a Microsoft questionaram centenas de CEO’s, gestores de risco, financeiros, TI e segurança cibernética de todo o mundo para encontrar as respostas. Faça o download do relatório The State of Cyber Resilience para conhecer as estatísticas, as tendências e as informações mais recentes para dar prioridade às suas estratégias cibernéticas para 2022 e no futuro.

Ao contrário da maioria dos outros relatórios, irá obter uma perspetiva transversal da gestão do risco cibernético que tem em consideração as diferentes funções e responsabilidades em toda a empresa. Deste modo, pode trabalhar melhor em conjunto com a sua organização para desenvolver a resiliência cibernética.

O que irá aprender:

  • Quais são as 8 tendências chave que todos os líderes devem saber?
    Obtenha uma compreensão mais profunda das tendências cibernéticas que afetam as empresas em 2022 e como fazer um plano para as mesmas.
  • Que estratégias de risco cibernético estão a ser priorizadas pelos líderes?
    Descubra de que modo as empresas estão a proteger-se e a responder às ameaças cibernéticas.
  • Onde é que os líderes fazem os seus investimentos cibernéticos?
    Explore as diferentes formas de como as empresas estão a planear em aumentar os seus investimentos cibernéticos.
  • Como é que os líderes funcionais veem o seu papel no mundo cibernético?
    Descubra como os líderes funcionais veem o seu papel no mundo cibernético e como podem trabalhar melhor em toda a empresa.
  • Que medidas devem ser tomadas pelos líderes?
    Compreenda de forma mais profunda os passos que a sua organização pode tomar para desenvolver a resiliência cibernética.