Risco Ambiental

A proteção e a preservação do meio ambiente tornaram-se questões importantes para a sociedade, governos e empresas. Dada a supervisão regulamentar e as exigências de responsabilidade social, é imperativo para as empresas identificar e gerir os riscos ambientais. Os nossos especialistas líderes da indústria podem ajudar a resolver estas complexidades.

No que diz respeito à gestão ambiental, atualmente, as empresas enfrentam mais pressão do que nunca por parte de agências reguladoras, investidores, partes interessadas empresariais e da sociedade.

A abrangência dos riscos ambientais relacionados com a atividade empresarial é ampla. É pedido às empresas não só que evitem o impacto ambiental como resultado das suas operações, mas também que façam a gestão dos problemas emergentes, como novos contaminantes, alterações nos regulamentos, responsabilidade de produtos e um meio ambiente em mudança, incluindo acontecimentos meteorológicos mais frequentes e mais extremos.

Para tornar as coisas ainda mais complicadas, as empresas multinacionais têm a responsabilidade de cumprir uma grande variedade de regulamentos a nível global. As políticas ambientais podem variar significativamente conforme o país, tornando a conformidade um assunto problemático. Isto verifica-se especialmente em regiões onde a responsabilidade pelos danos ambientais tende a ser bastante elevada, incluindo a União Europeia. Os acidentes ou lapsos de supervisão podem resultar em consequências devastadoras para os funcionários e comunidades, a imagem pública e os resultados de uma empresa.

Os especialistas em risco ambiental da Marsh, com formação em engenharia, consultoria, subscrição e gestão de riscos, podem ajudar as empresas a compreender as implicações de risco do cenário complexo dos regulamentos ambientais e o respetivo impacto nas expetativas das parte interessadas. Também podemos ajudar a implementar soluções adequadas de gestão de riscos, para que seja possível manter o foco em atingir os objetivos empresariais.

Perguntas frequentes globais

Muitas empresas estão a esforçar-se arduamente no sentido de abordar e mitigar os riscos ambientais. A supervisão é um desafio particular que muitas empresas multinacionais enfrentam. Embora possa ser relativamente fácil ter controlos e normas ambientais implementados, é difícil manter frequentemente uma supervisão rigorosa de todos os locais para garantir que as políticas estão a ser cumpridas por funcionários ou prestadores de serviços locais e regionais e alinhadas com os requisitos locais e regionais.

Determinadas exposições também podem ser difíceis de prever, especificamente acidentes ambientais industriais, que podem variar desde explosões e fugas químicas a derrames de petróleo e muito mais. Infelizmente, estas situações podem mesmo ocorrer com um plano sólido de prevenção e mitigação de riscos implementado. Por exemplo, um acontecimento meteorológico extremo ou um terramoto pode causar danos numa fábrica que tinha riscos geridos, resultando num derrame químico ou explosão. Nestas circunstâncias, é do melhor interesse da empresa ter um plano bem desenvolvido de resposta a emergências e o apoio de consultores de riscos ambientais de confiança.

Tal como acontece com a maioria dos riscos, a prevenção é a chave para gerir os riscos empresariais que envolvem o meio ambiente. É importante reconhecer e abordar as exposições da empresa aos riscos, com a ajuda de partes interessadas internas e externas, bem como de consultores de riscos ambientais globais de confiança.

Embora as partes interessadas de uma empresa possam ter uma compreensão profunda dos riscos ambientais com variações específicas de uma prática empresarial, os consultores de risco externos podem ter conhecimentos adicionais da indústria e uma perspetiva valiosa relativamente à prevenção de riscos e às estratégias de mitigação. No que diz respeito ao desenvolvimento de um plano de gestão de riscos ambientais abrangente, a necessidade de uma abordagem de equipa é muito frequente.

Uma vez que as situações ambientais prejudiciais são muitas vezes imprevisíveis, ter uma estratégia sólida de gestão de crises implementada também é uma boa ideia. Os consultores de riscos ambientais também podem ajudar neste aspeto, colaborando com o departamento de liderança e jurídico ou com o de relações públicas, conforme necessário.

Uma análise de riscos ambientais e uma auditoria de apólices pretendem comparar o impacto, ou potencial impacto, de certas atividades no meio ambiente, em comparação com as normas existentes. O objetivo de uma análise de riscos ambientais e de uma auditoria de apólices é identificar e compreender os riscos existentes impostos pelas operações comerciais normais, com base na recolha de dados objetivos, para ajudar a tomar decisões de aquisição de seguros melhores. Estas informações também podem ajudar a liderança de uma empresa a avaliar riscos futuros com base em exposições existentes, na esperança de participar em ações preventivas.

Nos últimos anos, as análises de riscos ambientais e as auditorias de apólices tornaram-se mais populares, uma vez que se esperam padrões mais elevados de responsabilidade e gestão ambiental. As informações obtidas a partir de uma análise de riscos ambientais e de uma auditoria de apólices podem ser utilizadas como uma ferramenta de gestão valiosa, criando um registo de documentação. Também pode ajudar os clientes e os reguladores industriais a valorizarem a disposição de uma empresa a ter um papel ativo na monitorização das práticas ambientais, o que pode fomentar a confiança e ajudar a alinhar a missão da empresa com a opinião pública.

Por último, uma análise de riscos ambientais e uma auditoria de apólices podem ajudar a maximizar a recuperação em caso de reclamação de seguro.

Our people

Image placeholder

Carlos Figueiredo

Financial Risks & Specialties Director

  • Portugal