Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

BLOG: RISK IN CONTEXT

Agricultura de Precisão: de Tendência a Fator Crítico de Sucesso

Por Paulo Vitor 07 Fevereiro 2018

A redução da participação do governo no subsídio de taxas para o financiamento do custeio do agricultor e a alta competitividade que o setor vem enfrentando, exigem que pequenos e médios produtores invistam em tecnologias para que seja possível o aumento de sua produção e também de suas margens. Por isso, a agricultura de precisão e o digital farming vem deixando de ser apenas uma vantagem competitiva e passam a assumir um papel de protagonista para aqueles que desejam continuar crescendo.

Essa transformação para os pequenos e médios agricultores torna-se peça chave para a continuação de seus negócios. Porém, a utilização da tecnologia para a definição de qual cultura plantar em determinado tipo de solo, qual o melhor momento para o plantio e o quanto de insumos utilizar para cada talhão, não é uma missão fácil para aqueles que sempre confiaram em seus instintos e conhecimentos, passados de geração a geração, para a tomada de decisão.

Felizmente, para auxiliar essa quebra de paradigmas no campo, dia após dia, surgem cada vez mais Agritechs ou Agtechs, startups criadas por empreendedores e que têm como missão apoiar o aumento da produtividade no campo e com isso o desenvolvimento e o aperfeiçoamento da agricultura no Brasil. Isto acontece através do desenvolvimento de novas tecnologias que estão mudando a forma como os produtores administram seus negócios e cuidam de suas plantações.

Atualmente, estima-se que haja mais de 200 Agtechs no país, utilizando ferramentas como: big data, data analytics, share economy (economia compartilhada), drones e IoT (internet das coisas), com a finalidade de otimizar os recursos investidos pelos produtores e aumentar o seu nível de produtividade.

Isso possibilita que o agricultor tenha o controle de sua propriedade através de um tablet ou smartphone, concentrando todos os dados em um único local para que possa ter uma visão holística de sua produção e tomar decisões mais assertivas.

Esta mudança é revertida em ganhos de produção e otimização do investimento, essencial para o crescimento da agricultura e do agricultor na era digital em que vivemos e para fazer face ao atual cenário do país, conturbado nas mais diversas esferas e no qual há a constante redução dos subsídios do governo. Portanto, passar da agricultura familiar para a agricultura de precisão é tão importante e as Agtechs têm um papel fundamental neste processo.

Temas relacionados:  Agribusiness