Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

BLOG: RISK IN CONTEXT

Ameaça Abaixo da Superfície: Vulnerabilidade de Cabos Submarinos

Por Stephen Harris 11 Janeiro 2018

Na medida em que nos tornamos mais dependentes da internet para efetuar transações bancárias, compras e comunicação de nossos negócios, nós começamos a nos expor involuntariamente a uma ameaça que figura uma nova preocupação internacional – a disrupção da internet causada pela sabotagem global da rede de cabos de fibra ótica submarinos.

Muitos acham que a maior parte das comunicações globais e links cibernéticos são transmitidos via satélites, mas estes não conseguem atender o enorme volume de dados que a internet crescentemente demanda, fazendo com que o desenvolvimento da rede de cabos de fibra ótica se torne o coração indispensável da indústria da comunicação por ser a única alternativa viável. Aproximadamente 97% de todas as comunicações dependem destes cabos submarinos, localizados nos oceanos.

O foco tem sido na necessidade do aprimoramento do segurança cibernética, seja através de mais treinamentos no campo ou por meio de um sistema melhor de proteção, mas pouca atenção é dada a potencial ameaça a este elemento físico e aparentemente vulnerável da internet.

Danos aos Cabos representam um Risco Preocupante

De acordo com um recente estudo feito pelo Reino Unido, estes cabos podem ser vulneráveis a ataques terroristas patrocinados por outros países.

O relatório aponta “Sabotagem da infraestrutura de cabos nas profundezas do oceano representa uma ameaça em potencial ao Reino Unido. O resultado pode implicar em danos às principais redes de comunicações de comércio e intergovernamentais, provocando potenciais turbulências econômicas e desordem civil”.

Aproximadamente meio milhão de milhas de cabos submarinos está no meio do oceano, sem proteção e expostos à ameaça de sofrerem danos severos por diversos atores, que têm a capacidade e recursos para seguir com atos de sabotagem. Isto pode causar efeitos debilitantes na economia, caso haja a interrupção de internet por períodos extensos.

Equipamentos para cortar cabos não precisam ser sofisticados e a tarefa fica ainda mais fácil uma vez que os cabos estão localizados em locais públicos. A maior parte dos cabos submarinos é privatizada e geralmente se encontram em águas internacionais – por isto, os governos nacionais não priorizam sua proteção. Com isto em mente, se torna cada vez mais claro que estas ameaças aos recursos marítimos e suas potenciais consequência de disrupção de negócios, caso a internet seja cortada, podem representar um risco de lucros cessantes para todas as companhias, muitas das quais nunca consideraram estar expostas a riscos marítimos.

Substituir um cabo danificado pode não ser complexo e não consumir tanto tempo, mas os custos podem ser elevados. Segundo Andrew Mackenzie, Claims Advocate at Marsh UK, “certificar-se de ter medidas de prevenção a perdas e uma cobertura de seguro efetiva, ajudará a mitigar o impacto financeiro caso haja a abertura de um sinistro” se houver a interrupção por conta dos cabos submarinos de sua empresa.

Para analisar este cenário de riscos e custos associados aos cabos submarinos, a Marsh em breve lançará um relatório mais aprofundado no assunto. Neste meio tempo, a Marsh recomenda que as companhias considerem esta ameaça as suas conexões de internet, como parte de suas revisões periódicas de due dilligence.

Temas relacionados:  Cyber Risk , Marsh Risk Consulting