Setor marítimo

A incerteza generalizada e um ambiente em constante mudança representam novos desafios, bem como oportunidades de crescimento nos setores das finanças marítimas, construção naval, transporte marítimo, portos e terminais, carga e logística.

As indústrias marítimas e de logística não estão isentas dos níveis de incerteza global sem precedentes dos dias de hoje. O aumento das normas ambientais e da regulamentação industrial, juntamente com os avanços tecnológicos e a utilização de grandes dados, aceleram a velocidade e a convergência dos riscos. Riscos novos e inesperados, como pandemias, quebras na cadeia de fornecimento, ameaças cibernéticas e acumulação de tarefas pendentes, provocados por atrasos em todo o mundo, contribuem para a rutura que as empresas marítimas e de logística enfrentam.

Este cenário global em mudança requer uma adaptação rápida por parte dos proprietários e operadores de navios, gestores de portos e terminais e organizações de serviços de transporte e logística. Estas empresas têm também de enfrentar a forte reação às perdas por parte dos mercados de seguros, o que está a levar ao aumento dos preços, à redução das coberturas e à complicação das resoluções de sinistros.

Com a orientação certa, programas de seguros e estratégias de mitigação de riscos, as empresas marítimas e de logística podem navegar habilmente pelo cenário de risco em mudança para minimizar as perdas e as responsabilidades e explorar oportunidades de crescimento e desenvolvimento de resiliência capazes de suportar as incertezas do futuro.

Temos a escala, o âmbito e a presença no mercado para resolver praticamente todos os riscos que a sua organização enfrenta.

Mais de 650

profissionais do setor marítimo

29

países com especialização local da Marsh

Prémio de 4,7

mil milhões de dólares atribuído em 2020

Perguntas frequentes globais

A perda física ou os danos a propriedade própria, ou pela qual um segurado é responsável no momento em que ocorre uma perda ou dano, é considerada a principal (e mais óbvia) área de exposição ao risco. Os riscos de incêndio, explosão ou os "perigos do mar", tais como o encalhe, afundamento e naufrágio, constituem os maiores riscos para os navios. Em alguns locais, a guerra, as greves, a pirataria ou o degelo das calotas polares também representam riscos. Para as mercadorias que são transportadas por via marítima, existem os riscos adicionais de transporte ou danos de humedecimento, roubo ou entrega parcial e todos eles são eventos de perda comuns. Para além das perdas físicas, as responsabilidades incorridas durante as operações marítimas constituem uma grande exposição ao risco.

À medida que as economias emergem das restrições pandémicas, a saúde dos trabalhadores portuários e das tripulações visitantes continua a ser um grande desafio. As novas formas de trabalhar, as novas tecnologias e a digitalização representam mais desafios, mas também oportunidades. O congestionamento e os regulamentos ambientais constituem também questões importantes.

O seguro de transporte de mercadorias oferece, sobretudo, proteção contra perdas físicas acidentais ou danos durante o transporte de mercadorias. No entanto, pode ser alargado para cobrir as mercadorias em depósito temporário durante o seu transporte global ao longo da cadeia de fornecimento. O seguro de transporte de mercadorias também oferece cobertura adicional para quaisquer custos de avaria geral ou salvamento que o proprietário da carga seja obrigado a pagar.

O aumento das exigências de velocidade e de dados, a diminuição das receitas, os atrasos no porto, as acumulações de cargas, as crises de saúde nos navios e nos portos e as mudanças nos padrões de negociação devido às precauções globais de saúde foram exacerbadas pela pandemia. Leia as nossas informações sobre as questões marítimas globais na sequência da pandemia.

O bem-estar físico e mental dos marinheiros é, mais do que nunca, uma prioridade máxima para a comunidade marítima. A Declaração de Neptuno, que visa proteger e promover a segurança e o bem-estar dos marinheiros, foi recentemente emitida. Muitos marinheiros ficaram presos em navios muito para além das datas indicadas nos seus contratos de trabalho, o que gerou um risco profundo para a segurança e o bem-estar emocional. Juntamente com mais de 800 organizações, a Marsh assinou a Declaração de Neptuno e, com isso, está empenhada em melhorar as condições para estes trabalhadores essenciais.